• PERIGO NA PÁGINA

Esta obra modifica a compreensão que se tinha sobre o naturalismo em literatura. Ela foge de chavões associados a esse movimento e traz para o cerne da discussão o tema da moral, matéria ausente dos estudos literários a partir do século xx, embora ocupasse lugar central nas reflexões sobre literatura em períodos anteriores, quando se acreditava que a leitura causava efeitos sobre o corpo e o modo de agir dos leitores. A análise do papel da moralidade na concepção e na recepção das obras ficcionais é aliada à discussão teórica sobre a representação da natureza na arte. O exame desses temas se faz no embate com textos críticos em circulação no período, minuciosamente localizados na imprensa e em publicações de fins do século xix. Leandro Thomaz de Almeida é capaz de compreender a literatura naturalista inserida em seu próprio tempo, conhecendo a reação letrada, os modos de ler e avaliar romances, bem como as reações de leitura mais frequentes naquele tempo. Com esse cabedal, analisa três romances brasileiros e inova mais uma vez. No lugar de examinar livros e autores canônicos, centenas de vezes estudados, volta-se para obras importantes naquele momento, mas relegadas à sombra pelas histórias literárias tradicionais: A Carne, de Júlio Ribeiro, Bom-Crioulo, de Adolfo Caminha, e Livro de uma Sogra, de Aluísio Azevedo. E o faz de modo pouco usual nos estudos literários, perguntando-se sobre como os sentidos e efeitos do texto foram obtidos e não sobre qual a significação oculta por trás das palavras. Articula-se, assim, uma discussão teórica e histórica à análise detida dos romances. Não é preciso dizer mais. Este livro é uma lufada de ar fresco na história da literatura brasileira.

Márcia Abreu



Sobre a autor

            Leandro Thomaz De Almeida  é formado em Letras pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), onde concluiu mestrado e doutorado em Teoria e História Literária. Realizou pesquisas na Université Sorbonne-Nouvelle (Paris 3) e na University of California-Davis. Além de publicar artigos sobre crítica literária e teoria da literatura, é autor de É Necessário Queimar os Hereges – Sébastien Castellion e a Liberdade de Opinião na Época da Reforma Protestante e organizador de Rostos do Fundamentalismo: Abordagens Histórico-Críticas.
Autor: Leandro Thomaz de Almeida
Assunto: Literatura, Naturalismo
Editora: Unifesp
Ano: 2020
Acabamento: Brochura
Páginas: 216
ISBN: 9786556320267
Edição:
Formato: 14X21

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

PERIGO NA PÁGINA

LITERATURA NATURALISTA E MORALIDADE NO BRASIL E FRANÇA
Autor: LEANDRO THOMAZ DE ALMEIDA
R$ 58,00

R$ 52,20

Adicionar a minha lista de desejos
Disponibilidade: Em estoque

Tags: Literatura Naturalismo